China anuncia a criação do mapa mais detalhado da Lua até hoje


Atualmente já existem mapas parciais da superfície da Lua com escalas impressionantes, chegando a 1:5.000.000, porém, ainda não existe um mapa completo com essa escala. Isso até agora.

Pois, na revista Science Bulletin, pesquisadores da Academia Chinesa de Ciências, do Instituto Chinês de Geoquímica e outras organizações publicaram um artigo anunciando um mapa completo com escala de 1:2.500.000, algo nunca feito antes.

Disponível em researchgate.net, o artigo mostra como coletaram informações sobre rochas, crateras, bacias e estruturas conhecidas na superfície da Lua para criar o mapa que, em breve, divulgarão em formato digital.

É o mais detalhado até hoje, e para isso, revisaram dados geológicos do século 20 para obter um total de 90 tipos diferentes de estruturas destacadas e codificadas por cores.

O mapa inclui 12.341 crateras de impacto, 81 bacias de impacto, 17 tipos de rochas e 14 tipos de estrutura, fornecendo uma riqueza de informações sobre a geologia da lua e sua evolução.

O mapa foi criado com dados dos EUA, China e Rússia, deixando claro que a ciência continua seu caminho de estreitamento de laços, independentemente dos problemas políticos que a humanidade venha causando.

Enquanto ainda não temos este novo mapa na Internet, quem se interessar pelo assunto, pode usufruir de outros, também interessantes, que estão disponíveis:

– astrostrona.pl/moon-map: mapa online da Lua com nomes em inglês, disponível como um único arquivo. Inclui mais de 600 formas de relevo e locais no lado mais próximo da Lua. Mais de 20 locais de pouso de missões lunares.

– Google Moon: um mapa como o Google Maps, criado pelo Google.

– pubs.er.usgs.gov: o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS) publicou recentemente dois mapas lunares, um mosaico fotográfico e um mapa topográfico, que foram construídos usando imagens e dados capturados pela sonda Lunar Reconnaissance Orbiter (LRO) da NASA. São impressionantes mapas extremamente detalhados da lua.