Kiwi stream, para coletar perguntas durante videoconferências


Quando participamos de uma videoconferência, geralmente há uma sessão de perguntas e respostas do público. Na maioria dos casos, essas questões são levantadas na seção Chat e, ao final da videoconferência, são recuperadas para torná-las públicas.

Não é um processo muito ágil, e existe a possibilidade de que as perguntas sejam perdidas pelo caminho, uma vez que se misturam com os possíveis comentários do público no referido chat.

É por isso que soluções como Kiwi Stream são necessárias, uma aplicação web que permite que os participantes de nossas sessões façam suas perguntas enquanto as coletamos, selecionamos e exibimos em um atraente quadro de perguntas e respostas.

É um projeto gratuito que, no momento, é muito simples, embora com o tempo eles prometam adicionar funções para torná-lo mais sofisticado.

Para usá-lo, basta criar um subdomínio na plataforma e divulgá-lo na videoconferência para que as pessoas possam postar suas dúvidas em qualquer navegador.

Cada instância permanece no banco de dados por 14 dias após a criação, todos os dados com mais de 14 dias são excluídos, embora haja a possibilidade, entrando em contato com eles, de salvar informações por mais tempo.

Sobre o número de participantes, até 10.000 pessoas diferentes podem postar perguntas, que receberão atualizações em tempo real.

A parte da moderação é fácil. Tem uma lista onde a visibilidade de novas perguntas é definida como “moderada”. Apenas moderadores registrados veem as novas perguntas e podem ativá-las clicando na pergunta na visão geral.