Microsoft desenvolve sua alternativa à Apple TV para ampliar o acesso a jogos na nuvem


A Microsoft pretende levar a experiência de seu serviço de streaming de jogos na nuvem, Xbox Cloud Gaming, para muito mais pessoas ao redor do mundo. Para isso, a empresa vem trabalhando há algum tempo em um dispositivo de streaming semelhante ao Apple TV.

Mas este dispositivo de streaming não será apenas uma alternativa acessível aos consoles de jogos existentes para acesso ao Xbox Cloud Gaming, mas também permitirá o uso de vários aplicativos de mídia no próprio dispositivo, que também fornecerá a capacidade de assistir filmes e séries, ou até mesmo ouvir música e podcasts através dele.

Ou seja, querem diversificar ainda mais as opções que estão disponíveis para os usuários acessarem o Xbox Cloud Gaming, sendo preciso apenas conectar o dispositivo de transmissão às suas televisões e monitores para obter uma experiência de jogo completa, com acesso ao títulos importantes que a empresa possui no Xbox Cloud Gaming, além de outros conteúdos por transmissão.

Agora, bastará também ter uma boa conexão com a Internet para poder desfrutar de uma experiência de transmissão bastante fluida.

Como a publicação Windows Central conseguiu apurar, e posteriormente confirmado pela própria empresa, a Microsoft trabalha há vários anos neste dispositivo, sob o nome de código Keystone, e considera que ainda vai demorar mais alguns meses para a empresa o apresentar oficialmente.

Atualmente, as características técnicas do novo dispositivo de transmissão são pouco conhecidas, ou seja, ainda não é possível estabelecer uma primeira avaliação das possibilidades que promete oferecer.

Mas no nível do design, algumas renderizações não oficiais já vazaram, e ele parece mais um dispositivo adaptador do que um dispositivo de streaming para TV.

Portanto, teremos que esperar um pouco mais para saber tudo o que esse dispositivo de transmissão alternativo para a Apple TV é capaz de oferecer, e descobrir se oferece realmente um preço melhor para atingir um número maior de pessoas.

Mais informações: Windows Central

Crédito da imagem: Microsoft