Os colecionáveis ​​digitais NFT chegam ao Facebook


Depois de lançar o suporte para NFT no Instagram em maio, chega agora a extensão desta novidade para o Facebook.

A Meta agora apoia esse tipo de coleção digital em sua principal rede social, começando com um seleto grupo de criadores.

Ao anunciar a chegada das NFTs no Instagram, a Meta informou que um de seus próximos passos seria estender essa experiência também ao Facebook.

O momento chegou, replicado de forma semelhante. Este é um primeiro nível de implantação, habilitado apenas para um grupo limitado de criadores convidados.

O gerente de produtos da Meta, Navdeep Singh, usou sua conta no Twitter para compartilhar capturas de tela que ilustram como é o suporte a colecionáveis ​​digitais no Facebook.

Essa imagens compartilhadas por Singh mostram que é possível postar NFTs na linha do tempo de um perfil. Clicar nelas trará detalhes sobre esse colecionável digital, como informações sobre seu criador e a coleção a que pertencem.

Eventualmente, os usuários do Facebook poderão conectar suas carteiras de criptomoedas aos seus perfis. No momento não foram especificados mais detalhes sobre este aspecto, embora se presuma que será possível através de Ethereum, Polygon, Flow e Solana, conforme indicado no caso do Instagram.

Também será possível transformar os NFTs em postagens do Facebook, permitindo que eles reajam, comentem ou compartilhem.

De acordo com o post de Singh, os usuários do Facebook terão uma aba “colecionáveis ​​digitais” em seus perfis, onde poderão exibir seus NFTs.

Deve ser lembrado que, quando os NFTs chegaram ao Instagram, Mark Zuckerberg comentou que testar esse recurso permitirá que os criadores façam postagens cruzadas no Instagram e no Facebook. No entanto, esta possibilidade ainda não foi implementada.

Em outra ocasião, Zuckerberg também disse que a Meta trabalhará no desenvolvimento de NFTs de realidade aumentada, ou “3D NFTs”, usando o Spark AR, que é a plataforma de software AR da empresa. Dado o contexto atual, enquanto o projeto de metaverso da empresa não estiver concluído, continuaremos vendo essas experiências aparecerem nas principais plataformas ativas da empresa.