A Netflix cobrará por cada casa que adicionar à sua conta


A Netflix segue firme em sua nova estratégia de encerrar contas compartilhadas.

Já meses atrás, a equipe da Netflix informou que cobraria mais de usuários que compartilham sua conta com usuários que não são membros de sua família. Começaram com um teste em alguns países e agora estão se espalhando para novos territórios com uma nova dinâmica. 

No novo teste que a Netflix começará a testar a partir de agosto, os usuários serão solicitados a pagar uma taxa adicional quando quiserem compartilhar suas contas com um local diferente de sua casa. Ou seja, se João quiser compartilhar sua conta Netflix com o vizinho do outro quarteirão ou com seu primo que mora em outra cidade, ele terá que pagar uma taxa adicional para incluir esses locais:

A partir de 22 de agosto de 2022, ao fazer login na Netflix em uma TV fora de casa, você verá a opção de adicionar a residência adicional por uma taxa adicional por mês. Se você for usar esta TV por um tempo limitado, poderá assistir à Netflix por até 2 semanas sem custo adicional […] Após esse período, a TV será bloqueada, a menos que você considere a casa adicional

É claro que cada conta incluirá uma casa (a do proprietário) independentemente do plano que o usuário contrate. E então o número de casas adicionais que o proprietário poderá adicionar dependerá do plano. Por exemplo, com o plano Básico você pode adicionar apenas uma casa adicional, com o plano Padrão até duas casas adicionais e com o plano Premium você pode adicionar até 3 casas adicionais.

E para gerenciar essa nova dinâmica, o aplicativo Netflix adicionará uma nova seção, como pode ver na imagem acima. Além de configurar a casa principal, poderá ver todas as casas que adicionou à sua conta, bem como os dispositivos conectados. E, claro, pode desconectar as casas adicionais a qualquer momento.

O novo teste da Netflix será implementado apenas em alguns países: Argentina, Guatemala, República Dominicana, El Salvador e Honduras. Quanto custará cada casa adicional? Como a equipe da Netflix mencionou, os usuários desses países (exceto Argentina, que tem outra tarifa) terão que pagar US$ 2,99 por mês por cada casa adicional.