Facebook pode mudar a forma de lidar com notícias falsas sobre Covid-19


Meta avaliará se a maneira de abordar a desinformação sobre o COVID-19 ainda é adequada.

Considera que a maioria dos países voltou à normalidade, pelo que teria de aplicar uma nova política que se adeque ao contexto atual.

Quando a pandemia começou, todas as plataformas sociais estavam infestadas de informações falsas sobre o COVID-19. Com o passar dos meses, a maioria das redes sociais estava tomando medidas para lidar com a desinformação.

Vimos que adicionaram mais ferramentas de moderação, algoritmos aprimorados, centro de informações online aberto, entre outras opções para impedir a desinformação sobre o COVID-19 e vacinas.

E embora a Meta tenha implementado algumas destas dinâmicas para erradicar informações falsas sobre a COVID-19 no Facebook, considera agora que esta linha deve ser avaliada tendo em conta o novo contexto.

Para o efeito, solicitaram ao Conselho Fiscal que atue como auditor independente e preste aconselhamento nesta matéria:

Meta está pedindo conselhos ao Conselho de Supervisão sobre se as medidas para combater a desinformação perigosa do COVID-19, introduzidas em circunstâncias extraordinárias no início da pandemia, devem permanecer em vigor, já que muitos países ao redor do mundo já estão retornando à vida mais normal

A equipe Meta compartilhou um resumo das diferentes medidas tomadas nos últimos 2 anos para acabar com a desinformação, que levou à remoção de mais de 25 milhões de conteúdos. No entanto, Meta considera agora que a situação “evoluiu” e que muitos países já estão voltando à normalidade, sendo importante implementar uma política que seja adequada a todos.

Em outras palavras, estão considerando se ainda é apropriado remover qualquer conteúdo relacionado ao COVID-19, que pode ser potencialmente prejudicial, ou simplesmente aplicar um sistema de rótulos para alertar os usuários sobre essas informações.

Isso reabre o debate sobre o pouco interesse que Meta tem em combater a desinformação e as notificações falsas dentro de suas plataformas.