Google Meet com tempo ilimitado não é mais gratuito


Durante a pandemia, o Google decidiu parar de limitar o tempo de videoconferências na versão gratuita do Google Meet, mas a pandemia já está sob controle e as coisas começam a se normalizar e, com isso, a oferta chega ao fim.

Não foi apenas o Google que decidiu abrir os limites de suas opções gratuitas. A pandemia gerou um enorme aumento no uso de videoconferência, e plataformas como Google Meet ou Zoom não quiseram enriquecer com a desgraça alheia.

Desta forma, desde 2020, o Google Meet é premium para todos, mas agora anunciam que a partir de 31 de agosto as coisas vão mudar. Já haviam anunciado que tudo iria mudar, mas ainda não havia uma data.

A versão gratuita do Google Meet terá um limite, tanto nas chamadas em grupo como nas chamadas entre duas pessoas. Os grupos só poderão conversar gratuitamente por uma hora, assim como antes da pandemia. Se for uma videochamada entre duas pessoas, o limite será de 24 horas, então quase podemos dizer que será grátis na prática.

O Google alertou sobre o problema por e-mail, para que, se alguma empresa precisar do uso para reuniões de mais de uma hora, terá que passar pela caixa e contratar uma opção do Google One, que além de estender as chamadas em grupo para 24 horas, também oferecem mais armazenamento no Google Drive, Google Fotos e Gmail, entre outras vantagens.

Vamos lembrar que o Google Meet e o Google Duo não são mais dois produtos independentes, agora tudo é Google Meet, uma plataforma que recebe atualizações constantes, e que sempre acompanhamos por aqui.