Windows 11 ajuda a bloquear aplicativos e arquivos não confiáveis


A Microsoft está aprimorando uma das ferramentas incorporadas ao Windows 11 para proteger os usuários contra ataques de malware e phishing.

O Controle Inteligente de Aplicativos é um recurso de segurança do Windows que bloqueia aplicativos que podem representar um perigo para o seu computador, seja porque são adware, tornando o dispositivo lento ou são potencialmente perigosos.

Nenhuma ação é necessária do usuário, pois é ativado automaticamente ao executar um aplicativo no Windows. Se verificar que é seguro, permitirá que o usuário o execute continuando com o processo de instalação. E se o aplicativo não for confiável, ele o bloqueará.

E agora esse recurso foi ainda mais aprimorado, pois também pode bloquear diferentes tipos de arquivos quando são baixados pela internet. Em um tweet recente, a equipe da Microsoft mencionou que bloqueia arquivos iso e ink, mas a lista é muito maior.

Segundo Bleeping Computer, este recurso de segurança do Windows pode bloquear esses tipos de arquivos, se detectar que eles podem ser potencialmente perigosos:

.appref-ms, BAT, CMD, CHM, CPL, JS, JSE, MSC, MSP, REG, VBE, VBS, IMG, VHD, VHDX, WSF

Assim como acontece com os aplicativos, se o Smart Application Control detectar que o arquivo é perigoso, ele exibirá uma mensagem como “Este arquivo foi bloqueado porque arquivos desse tipo da Internet podem ser perigosos”. Uma dinâmica que beneficiará os distraídos que baixam arquivos de qualquer site.

Por outro lado, há um detalhe a ter em conta. Esse recurso de segurança está presente apenas em computadores com instalações limpas do Windows 11. Portanto, se você é um daqueles que atualizou o sistema operacional do Windows 10, não terá essa dinâmica de proteção extra em seu computador.