Twitter incentiva o compartilhamento de tweets em vez de prints


É bastante comum que antes de um tweet que oferece alguma informação interessante, seja feita uma captura de tela, queé logo distribuída por outros canais, algo que o Twitter parece querer dar um fim.

A esse respeito, alguns usuários começaram a receber avisos após realizar capturas de tela, solicitando que “Copiem link” e/ou “Compartilhem Tweet” , o que parece ser uma prova do que está ocorrendo.

Isso é porque as capturas de tela não geram tráfego para o Twitter que pode ser traduzido em mais interações com o conteúdo e, portanto, mais possibilidades de monetização da publicidade ao não se tornarem usuários “monetizáveis”, usando uma métrica de uso interno chamada mDAU pela plataforma acompanha a evolução de seus usuários ativos diários, buscando continuamente métodos que permitam seu aumento.

Inclusive, o Twitter testou há pouco tempo a possibilidade de alguns usuários usarem o serviço sem a necessidade de uma conta de usuário, podendo seguir até 50 contas no máximo e responder aos tweets publicados, mas sem a possibilidade de “curtir” ou retweetar aqueles tweets que eles acharam interessantes.

Até o momento, no entanto, o Twitter não ofereceu informações a esse respeito, apesar dos pedidos que vem recebendo de vários meios digitais, então, teremos que esperar que a plataforma se pronuncie, embora pareça ser um teste limitado com um pequeno grupo de usuários antes de estendê-lo ao restante dos usuários, buscando obter um maior aumento de usuários ativos.

E parece que a batalha agora pode ser direcionada às capturas de tela, ou prints, não apenas no Twitter, já que elas podem ser obtidas facilmente e se espalhar para qualquer lugar sem que as plataformas onde foram publicadas possam rastrear, muito menos, gerar receitas fora das fronteiras dos seus serviços.

Agora, só nos resta esperar para saber quando essa funcionalidade estará disponível para todos.