Spotify alcança a marca de 195 milhões de usuários com assinatura premium


Apesar do Spotify manter a “dívida” ao seu público para implementar uma alternativa de som sem perdas, a plataforma continua consolidando sua liderança no setor.

Por meio de um relatório financeiro da empresa, foi revelado que já existem 195 milhões de usuários pagantes na plataforma, superando as expectativas corporativas que já eram auspiciosas.

balanço financeiro do último trimestre indica que os 195 milhões de assinantes alcançados nesse período superam as metas de crescimento estimadas pela empresa. Chegaram sete milhões de novos assinantes Premium, superando o crescimento esperado em cerca de um milhão de contas.

Outro aspecto de crescimento também destacado pelo Spotify foi em relação ao número de usuários ativos mensais, que atingiu 456 milhões no terceiro trimestre, acima da estimativa anterior de 450 milhões. No trimestre anterior, os usuários ativos mensais atingiram 433 milhões, número que ilustra que o crescimento nesse aspecto foi de 23 milhões de usuários ativos na plataforma.

Quanto aos podcasts, que fazem parte da fórmula que tem impulsionado o crescimento do Spotify nos últimos tempos, a plataforma já conta com 4,7 milhões de podcasts em seu catálogo, sustentando o crescimento frente aos 4,4 milhões do trimestre anterior e aos 4 milhões do período anterior a isso (junho e março, respectivamente). No entanto, apesar desse crescimento em termos de volume de conteúdo, incluindo produções exclusivas com a marca Spotify Originals, esse ramo da plataforma ainda não é considerado lucrativo para a empresa. Segundo estimativas da empresa, apesar da inserção de publicidade, esse conteúdo só deverá gerar lucros após mais um ou dois anos.

De acordo com uma reportagem do The Hollywood Reporter, o CEO do Spotify, Daniel Ek, disse que “tudo isso está se desenvolvendo em grande parte como esperávamos, apesar do ambiente macro”, referindo-se a esses bons números, que desafiam a crise econômica global, que atingiu vários empresas do setor de tecnologia este ano.

Para este período, a receita total do Spotify foi de 3.040 milhões de euros, superando a previsão de 3.000 milhões de euros sob a qual a empresa foi projetada.