Wwwhat's new? – Aplicações e tecnologia

Chrome já inclui senhas para melhorar a segurança

Continuamos a conhecer as novidades da nova versão estável do Chrome, que há alguns dias iniciou sua implantação global para todos os usuários com novos recursos, como modos de economia de energia e memória.

Esta nova versão, número 108, é a versão mais misteriosa, embora não seja a única versão lançada dessa forma, já que a empresa dificilmente compartilhou detalhes de seu lançamento, mesmo na página changelog.

Tudo o que estamos aprendendo nos dias de hoje se deve às publicações oficiais que a empresa está vendo oferecer em diversos meios de comunicação.

Graças a isso, sabemos agora que o suporte para senhas, que foi lançado em outubro passado em caráter experimental no canal Canary, agora chega à versão estável para todos os usuários, ou quase, pois segundo eles indicam:

Com a versão mais recente do Chrome, estamos habilitando senhas no Windows 11, macOS e Android

No caso do Android, o Google aponta que as senhas serão sincronizadas com segurança por meio de seu Gerenciador de Senhas ou de qualquer outro gerenciador de senhas disponível e compatível com essa tecnologia que busca substituir o uso de senhas para possibilitar logins mais seguros.

Sem dúvida, as senhas possibilitam uma autenticação mais segura e melhor protegida contra possíveis ataques de phishing em aplicativos e serviços.

E é isso, como o Google também indica em sua declaração:

As senhas são um substituto significativamente mais seguro para senhas e outros fatores de autenticação de phishing. Eles não podem ser reutilizados, não vazam em violações do servidor e protegem os usuários contra ataques de phishing.

O Google observa que, uma vez que as chaves de acesso estejam disponíveis no celular, elas podem ser usadas por meio de preenchimento automático no login, enquanto no desktop, as chaves de pagamento móvel podem ser usadas posteriormente, nas proximidades, seja Android ou iOS.

No entanto, os desenvolvedores precisarão usar a API WebAuthn para adicionar suporte para chaves de acesso a seus aplicativos e/ou serviços. E enquanto isso está chegando, e reconhecem que levará tempo, continuarão trabalhando agora para adicionar suporte para senhas no iOS e no Chrome OS.

Mais informações: Google

Sair da versão mobile