Wwwhat's new? – Aplicações e tecnologia

Uma nova alternativa ao Twitter já está recebendo apoio de investidores

Como se não bastasse a avalanche de alternativas ao Twitter que vem chegando desde que Elon Musk assumiu as rédeas dessa rede social, temendo que a plataforma pudesse desaparecer, surgiu outra opção que vem chamando muito a atenção.

Lançada em novembro passado, atualmente em fase alfa fechada, e atualmente com menos de uma centena de usuários cadastrados, esta opção conta como nome provisório T2, esperando que futuramente tome forma e receba seu nome definitivo.

Para isso, conforme noticiado pelo TechCrunch, esta nova plataforma social, liderada por Gabor Cselle, que já tem experiência no desenvolvimento de produtos e na venda de empresas para Google e Twitter, recebeu a sua primeira ronda de financiamento público no valor de 1,1 milhões de dólares.

Participaram um total de 17 investidores, com destaque para Bradley Horowitz, Rich Miner, e a ex-diretora executiva da Wikipédia, Katherine Maher.

Gabor Cselle iniciou o seu projeto a sério em novembro passado com base numa série de tweets em que destaca o que considera uma oportunidade perdida no Twitter após a aquisição por Elon Musk, em outubro passado.

A partir de seus tuítes iniciais, passou a ver suas declarações como uma oportunidade de desenvolver sua própria alternativa, buscando aproximar seu novo serviço do que considera ser o Twitter original, sem deixar muito claro o que entende como Twitter original, dada a evolução da plataforma desde que surgiu.

Neste sentido, a sua equipe de sete pessoas vai utilizar os fundos para novos cargos que irá contratar dentro dessa nova plataforma social, alguns dos quais terão especial relevância.

Isso permitirá que os esforços para continuar desenvolvendo a plataforma sejam acelerados, embora sejam o mais rápido possível, definindo algumas métricas a serem alcançadas para atrair novos investidores interessados ​​em seu novo produto de mídia social.

Claro, terá que enfrentar novas alternativas que também vêm chegando, como Post.news, Spill, entre outras opções. 

Agora, teremos que aguardar para vermos como se desenvolvem essas alternativas ao Twitter.

Via: TechCrunch
Link: T2.social

Sair da versão mobile