6 razões para achar que Feedburner está com seus dias contados

Há poucos dias mostramos alternativas à Feedburner, o sistema de gestão de assinaturas do Google que parece estar abandonado já faz algum tempo.

Muitos sites no mundo inteiro usam este sistema para obter estatísticas de assinantes, mostrar conteúdo dos blogs nos leitores de feeds, como Google Reader, Netvibes e semelhantes, enviar emails com o conteúdo publicado e etc.

Embora seja um serviço simples, eficaz e muito fácil de usar, parece não ser lucrativo o suficiente para o Google.

Esta semana, em socialmediatoday.com, publicaram alguns dos motivos pelos quais estão falando de seu possível desaparecimento:

http://wwwhatsnew.com/wp-content/uploads/2012/10/captura-250-600x160.jpg

– Não há conta oficial de Feedburner em Google Plus
– Em julho de 2012 Google não renovou seu domínio no Japão, feedburner.jp.
– Em 26 do mesmo mês Google anunciou que Adsense para Feeds, dentro de Feedburner, não estaria mais disponível para os editores que tentaram ganhar dinheiro usando este sistema.
– Também em julho foi encerrada a conta de Feedburner no Twitter
– Em 20 de outubro fechou a API de Feedburner, impedindo que os desenvolvedores a usem em seus aplicativos.
– A seção de contato em Feedburner não funciona e Google responde que não oferece suporte técnico nem de nenhum outro tipo em Feedburner.

O problema não é mudar para outras opções, isso é simples, existem várias formas de fazê-lo. O problema é que o endereço dos feeds (feeds2.feedburner.com/brwwwhatsnew, no nosso caso) já foi divulgado por toda a web sendo difícil entrar em contato com os milhares de assinantes para que realizem a mudança para outro endereço no caso de que feedburner deixe de funcionar de um dia para outro.

Esperamos que, no caso de desaparecer, nos ofereçam alguma alternativa para facilitar a migração das assinaturas.