A importância das LP (Landing Pages) em nossas campanhas SEM

Quando gerenciamos a publicidade na Internet de algum cliente temos que levar em conta o tipo de público que chegará a seu site. Por exemplo, se ele tem uma loja online de sapatos e colocamos um anúncio sobre sapatos de noiva, esse anúncio será mostrado a quem buscar “sapatos de noiva” na Internet, não podemos enviar a mesma url que um outro que busca “chinelos de praia”, embora seja a mesma loja, e isso é algo que parece que muita gente se esquece: tem que se personalizar a página destino de nossos anúncios.

Existe muita literatura relacionada com o design das Landing Pages, páginas criadas especialmente para capturar a atenção, para transformar visitantes em clientes. São muitos os exemplos de grandes obras de arte neste sentido, exemplos que se resumem em uns pontos básicos baseados no sentido comum:

– Entre o anúncio e nosso negócio temos que ter páginas adaptadas às palavras chave usadas (uma página branca com um bonito sapato de noiva, um texto ou vídeo e um link aos produtos de nossa loja de sua categoria; uma foto de uma praia com um chinelo cravado na areia e um texto com o link à categoria de chinelos; uma reunião com várias pessoas e uns sapatos negros em cima de uma mesa, com outro texto e outro link apontando à mesma loja de antes; etc.)
– A Landing Page não pode ter banners publicitários, nem muitas opções no menú, nem um formulário enorme… nada que espante a visita (lembrando que estamos pagando para que a visita esteja ali).
– Temos que configurar as ferramentas de estatísticas necessárias para analisar cada LP por separado (Google analytics, chartbeat… a que melhor se adapte às métricas que necessitamos). Podemos fazer testes, porém, sempre chegaremos à mesma conclusão: cada LP é um mundo, há tantas LPs como palavras chave na Internet.

Para esclarecer mais ainda esse assunto, veja abaixo um fantástico infográfico publicado em unbounce.com: Landing Pages para campanhas PPC (pago por click).

LP

One Comment