Os melhores plugins cache para WordPress

Quando se tem milhares de entradas em um blog, um número realmente impressionante de comentários e centenas de acessos por segundo à base de dados, é importante concentrar-se em uma estratégia adequada que permita manter o site disponível sem que o servidor exploda.

Os plugins de cache em WordPress são muito populares, praticamente fundamentais em qualquer projeto, já que oferecem a possibilidade de reduzir a carga na base de dados mostrando o mesmo conteúdo, atualizado, de forma estática.

A maioria deste tipo de extensão para WordPress funciona da mesma forma: obtém a informação da base de dados, gera uma página HTML estática e a mostra aos visitantes até que receba a ordem de atualizar seu conteúdo. Escolher o tempo de atualização desta página HTML depende de vários fatores: número de visitas, frequência de atualização de conteúdo principal, frequência de novos comentários no artigo… variáveis que teremos que analisar constantemente para configurar os valores adequados e oferecer o melhor rendimento possível aos leitores.

Entre os plugins mais populares temos:

Super Cache

Todo um clássico que inclui três formas diferentes de proporcionar um conteúdo estático a nossos leitores: Mod_Rewrite, PHP e Legacy caching. O último método É o menos popular (usa um sistema de cache diferente aos leitores habituais e identificados que de restante), por isso a maioria acaba apostando em PHP (não precisa alterar htaccess e é rápido para muitas situações) ou Mod_Rewrite (precisa alterar htaccess, porém, é ideal para receber picos de visitas inesperados).

W3 Total Cache

w3Muito mais difícil de configurar que a opção anterior, embora seja mais usado entre os grandes blogs de todo o mundo. Promete aumentar a velocidade de carga de qualquer WordPress em até 10 vezes, pode se integrar com redes CDN, oferece opção de cache para páginas e bases de dados, pode comprimir o tamanho de arquivos JC e CSS.. o menú de opções que é gerado dentro de WordPress é tão extenso que pode ser complicado para os que estiverem começando, por isso prefiro enquadrá-lo na seção “plugins para quem tem experiência com o tema”.

Aqui tem um fantástico artigo mostrando como configurar algumas de suas seções e aqui um ebookque trata única e exclusivamente deste plugin.

Hyper Cache

Não é tão popular quanto os dois anteriores, porém, é tão simples de configurar que vale a pena experimentá-lo quando não se precisa especificar tantas variáveis.

Se recomenda para os casos em que o servidor não tenha muitos recursos, existindo uma versão mais simples chamada Lite Cache.

A página oficial desta nova opção se encontra em www.satollo.net/plugins/hyper-cache.