Google trabalha em um sistema para detectar quando assistimos realmente uma propaganda

gafas

Uma coisa é ter um banner no site que estamos visitando e outra é ler seu conteúdo. O índice CPM paga pela quantidade de cliques em um anúncio, embora isso não signifique que seja a quantidade de vezes que uma pessoa o visualiza, ou menos ainda, o lê, motivo pelo qual é preciso ter outras variáveis que ajudem a conhecer o verdadeiramente efetivo e influente que é um anúncio publicitário na web.

E já que Google trabalha principalmente vendendo espaços na Internet para que as empresas possam mostrar seus produtos e serviços, faz sentido que sejam eles os mais preocupados em inovar esta categoria, algo que podemos comprovar com a nova patente do gigante da Internet, uma relacionada com a quantidade de vezes que nossos olhos focarem um banner, um sistema de “pagamento por leitura do texto“.

Os detalhes foram publicados por phys.org, mostrando que o link vai muito além da web, já que a ideia poderia ser aplicada ao mundo offline (quantas vezes alguém olha um enorme banner em uma autopista, por exemplo) e nem sempre no mundo publicitário (poderia se averiguar se é melhor por um sinal de límite de velocidade em um site ou em outro em função da quantidade de “visualizações” recebidas).

No momento só e uma ideia, uma patente, baseada no uso de óculos, semelhante ao mostrado na imagem acima divulgado no The Verge. Muitas vezes uma patente não vê um produto relacionado em décadas, outras vezes não o vê nunca, porém, a ideia, já saiu da gaveta.