5 formas de tirar proveito de Google Maps em fotografias

1São milhares e milhares de fanáticos da arte fotográfica que não deixam escapar nenhuma oportunidade de capturar os melhores momentos com suas lentes, e graças à ferramentas como Google Maps podem economizar bastante tempo conseguindo ótimos espaços para seu trabalho. Aqui mostraremos meia dezena de conselhos que pegamos emprestado em MakeUseOf.

1. Explorar locais para fotografar

Especialmente para quem prefere as paisagens rurais, pode ser bastante útil poder se valer das fotos por satélites de Google Earth incorporadas em Google Mapas como mapas de relevo, para focar, por exemplo, em lugares com riqueza natural e, preferivelmente próximas à sua localização. Assim, as regiões verdes ou as que ressaltam grandes recursos hídricos, podem ser um bom ponto de partida. Claro, vale a pena se valer dos mapas de rotas para ver se não é complicado chegar até lá.

2. Salvar uma lista de endereços

O problema é que o anterior ponto pode acabar sendo bem interessante para o fotógrafo, que pode não se limitar a uma ou duas sugestões, mas muitos lugares diferentes. Pois bem, em Google Maps podem ser guardados todos como favoritos para revisá-los depois um por um com poucos clicss. E como se não bastasse, cada um vem com detalhes geográficos de grande utilidade.

3. Planejar uma rota fotográfica guiada

rutas google maps
Depois de decidir os caminhos interesantes que podem ser feitos, num mesmo dia, a próxima coisa a fazer é deixar com que Google Maps trace a rota mais simples e comece a mostrar as indicações turn by turn (úteis até à pé ou de bicicleta). O processo é tão simples como ir selecionando pontos, pondo marcadores nos lugares a visitar e deixar que Google Maps calcule as melhores rotas, o tempo e as indicações detalhadas (inclui uma vista prévia para simular a viagem).

4. Inspirar-se e competir com as fotos do Street View

fotos streetview
Já é uma referência o catálogo de imagens de Google Street View que continua crescendo e capturando quase todos os lugares do mundo. O catálogo está integrado no Google Maps e é mostrado em determinados lugares, especialmente os importantes (museus, monumentos, edificações relevantes, lugares históricos, etc.), así que puede resultar interesante revisar el material disponible de un sitio antes de ir trabalhar nele, pode servir de inspiração (projetos como 9-eyes.com já o fazem), como guia para saber se é um bom lugar, e inclusive até como concorrente, pois, certamente, muitos irão querer melhorar as fotos do Street View e comparar com as suas.

5. Filtrar lugares segundo seu nível de luz natural

luz natural
The Photographer’s Ephemeris é um aplicativo que aproveita os mapas de Google para ficar por dentro dos lugares da terra com luz natural ótima (luz convencional e luz da lua para o caso de fotografia noturna) para conseguir as melhores tomadas, com isso se pode ir a um determinado lugar de captura e não ficar se desperdiçando tempo com lugares mal iluminados. Está disponível para Windows e Mac de forma gratuita, e para iOS e Android com um custo de US$ 8.99 e US$ 4.99 respectivamente. Certamente, vale revisar suas dezenas de tutoriais.