Agora em FourSquare já não é mais necessário fazer Check-in

Grandes mudanças envolvendo um clássico do checkin.

FourSquare decidiu mudar completamente o modelo de seu aplicativo, a base de todo seu negócio nos últimos anos, já que em sua nova versão não será necessário fazer checkin para informar que estamos em um lugar específico.

Comentam a notícia em The Verge, onde foi publicada uma matéria baseada nas declarações de Dennis Crowley, CEO do FourSquare, onde especifica as mudanças que decidiram fazer para se adaptar a uma época na qual não é necessário fazer checkin para saber onde estão os usuários em um determinado momento.

Um usuário pode ir a cinco restaurantes japoneses durante um mês e, sem fazer checkin, através de FourSquare já saberemos que ele gosta desse tipo de comida.

Com sinais WiFi e GPS ativado, é possível obter “zonas de calor” das regiões mais visitadas pelas pessoas. Os 5.000 milhões de checkins armazenados em sua base de dados (recolhidos durante vários anos de atividade), servem para saber os lugares de interesse que há em cada zona, suficiente como para realizar recomendações, que é no que se baseia seu modelo de negócio.

Para se adaptar a essa nova realidade, estão lançando um novo aplicativo chamado Swarm (swarmapp.com, disponível durante as próximas semanas e com campo de e-mail aberto para os interessados), que co-existirá com o aplicativo Foursquare atual. Swarm será um mapa de calor social, que ajudará os usuários a encontrar amigos próximos e compartilhar seu local. O novo aplicativo de FourSquare, que veremos dentro de um mês aproximadamente, deixará, assim, de registrar checkins para designar essa responsabilidade a Swarm, centrando-se exclusivamente na exploração e descoberta de lugares.


Imagen de Swarm publicada em The Verge

Sobre a decisão de eliminar o checkin de FourSquare, Bijan Sabet, um dos primeiros investidores do projeto e membro do diretório atual, comentou:

Ter o botão de check-in como a interface principal cada vez que os usuários abrirem o aplicativo cria um obstáculo incrível. Imagine se ao abrir o YouTube e a primeira coisa a oferecerem é a criação de um vídeo. Isso pode assustar muito as pessoas.

Conseguirá o novo FourSquare sobreviver como motor de recomendações sem o botão de Check-in?, terá sucesso o novo Swarm para poder continuar entregando dados de lugares populares nas cidades?, será que foi um bom passo ou um verdadeiro suicídio digital?… ficaremos atentos…