Apple Music, o novo concorrente de Spotify e Deezer

captura-36

9,99 dólares por mês, isso é o que custará assinar a Apple Music, o novo serviço de música pela Internet que a Apple acaba de apresentar, uma empresa que, embora tenha chegado tarde neste mercado, revolucionou o consumo de música pela Internet quando apresentou iTunes há alguns anos.

Primeiro, há dois anos, lançou iTunes Radio, depois comprou Beats Electronics, já há mais de um ano, e agora lança finalmente, seu serviço de música em streaming com um sistema de recomendações, baseado no que usava Beats Audio, chamado For you.

A experiência da Apple no mundo da música, o catálogo de iTunes e sua enorme quantidade de clientes são três ingredientes que podem levar rapidamente a Apple Music para o topo, recuperando o tempo perdido e superando a concorrência (Spotify, Deezer, Google play Music, etc.).

O serviço foi apresentado por Jimmy Iovine, o cerebro de Beats Music, que falou do novo produto como “um aplicativo único […] um serviço de música revolucionário”.

Será incluído também um serviço de rádio chamado Beats1, que funcionará 24 horas os 7 dias da semana, limitado no momento a 100 cidades, embora não tenha sido dado muitos detalhes sobre o tipo de música será oferecido.

captura-37

Além da rádio e o serviço de música, contará também com @connect, onde os artistas poderão conectar com os fãs de forma simples, assim como, integração com Siri, sendo possível pedir a música mais popular da semana, por exemplo.

Estará disponível em Mac, Windows, iOS e Android com os primeiros três meses gratuitos, disponível a partir de 30 de junho a nível mundial (embora a versão android chegará alguns meses depois). Será oferecido também um plano familiar por 14,99 dólares por mês, com famílias de até 6 pessoas, o que não é oferecido pela concorrência.

Mais informação em apple.com/music