Tango oferecerá uma forma interativa de visitar museus com Realidade Aumentada

tango-museo

A plataforma de Realidade Aumentada do Google, Tango (anteriormente conhecida como Project Tango) acaba de chegar aos museus para oferecer uma forma mais interativa de obter informações sobre os elementos expostos.

Neste sentido, sua aposta por entrar no mundo dos museus do mundo inteiro começará em breve com o Instituto de Artes de Detroit que, em parceria com GuidiGo, desenvolveram Lumin, um guia móvel que permitirá que os usuários com dispositivos com Tango ativado, no momento Lenovo Phab 2 Pro, recebam informação adicional de uma forma interativa sobre cada elemento exposto.

Leia também: GOOGLE EM PARCERIA COM MUSEUS DE HISTÓRIA NATURAL MOSTRA NOVA EXPOSIÇÃO NA INTERNET

Segundo Google, os usuários poderão ver o que há dentro dos sarcófagos, ver a Porta de Ishtar em escala real, ver os relevos em seu estado inicial que estiveram presentes na pedra caliza há milhares de anos antes do tempo o degradar, e inclusive, também ver selos cilíndricos usados para fazer impressões em argila para diferentes produtos, tudo isso usando Realidade Aumentada.

Desta forma, os usuários terão uma melhor ideia sobre cada produto em vez de limitarem-se em obter informação através dos pequenos painéis informativos e dos possíveis guias de áudio que possa se dispor.

Leia também: GOOGLE LANÇA ARTS & CULTURE, APP PARA EXPLORAR OBRAS DE ARTES E MUSEUS

Provavelmente, muito em breve veremos outros museus desenvolverem suas experiências de Realidade Aumentada para oferecer a seus visitantes elementos adicionais interativos, complementando a informação disponível sobre os suportes tradicionais usados até o momento.