12 milhões de documentos classificados da CIA já estão disponíveis online

documentos CIA

A CIA contava com 12 milhões de documentos classificados que, por fim, decidiram mudar de categoria para serem distribuídos pela Internet.

São páginas desclassificadas que incluem informação sobre os crimes de guerra nazistas, a crise dos misseis cubanos, OVNIs fotografados ou observados de diferentes lugares, registros relacionados com telepatia entre humanos (Projeto Stargate) e muito mais.

Leia também: CIA PUBLICA NA INTERNET CENTENAS DE DOCUMENTOS SOBRE OVNIS

Foi Bill Clinton quem pediu faz tempo (em 1995) que todos os documentos com mais de 25 anos, com “valor histórico”, fossem desclassificados, porém, nem todos, por isso, agora aumentou a quantidade de informação, que ainda é uma pequena porcentagem se comparada com o que deve haver na gaveta secreta.

Disponíveis em cia.gov, o novo buscador é mais avançado que a base de dados publicada em 2.000, uma base chamada CREST que só podia buscar títulos de documentos.

Em 2014, uma ONG chamada MuckRock apresentou uma demanda da Lei da Liberdade de Informação para pressionar a CIA para publicar todos seus documentos online, e disseram que levariam alguns anos para fazer uma análise. O tempo passou, e a análise foi concluída.

Leia também: NOTION, ÓTIMA PLATAFORMA DE TRABALHO E EDIÇÃO DE DOCUMENTOS PARA EQUIPES

Embora muita informação ali não tenha explicação, é uma enorme quantidade de dados que os historiadores poderão analisar com calma durante anos, assim como, documentos que podem alimentar a imaginação dos interessados nos expedientes X.