Redes sociais para ler e opinar sobre os documentos filtrados pela Wikileaks

Depois da bomba que explodiu ontem, com os primeiros dos 250.000 documentos do departamento do estado americano filtrados em algumas publicações do mundo todo, as redes sociais comentam sem parar o conteúdo e as possíveis consequências em um futuro próximo.

Ainda que no momento apenas foram divulgados alguns dos milhares de documentos existentes, já tem suficiente material como para gerar discussões e deixar preocupados a muitos que cultivaram relações diplomáticas entre vários países durante muito tempo.

Aqui tem algumas redes sociais onde podem acompanhar as notícias sobre este tema. Irei atualizando o textoquando apareçam mais canais especializados na web social.

Twitter

Buscando pelo tag #cablegate podem ler o que as pessoas opinam sobre o tema. Podem filtrar por idioma no search.twitter.com.

Eskub

Na rede social do jornal El País, um dos cinco que já publicaram os documentos de forma exclusiva, podemos encontrar as reações, em espanhol, sobre os documentos já filtrados.

Facebook

Na página da Wikileaks no Facebook podemos ver notícias e opiniões dos seguidores, com links de vários medios e novas publicações no cablegate.wikileaks.org

Digg

Filtrando pelas notícias mais recentes com mais de 50 votos relacionadas com Wikileaks, podemos ver os links às notícias mais populares sobre o tema, com opção de votá-las e comentá-las.

Youtube

Podemos filtrar os vídeos de youtube para ver as notícias que aparecem em diferentes canais do mundo todo. O ideal é ordenar os resultados por palavra chave e data, obtendo um resultado com subscrição RSS.