ONErpm – Plataforma de distribuição de música


Se por um lado as lojas de CDs começaram a sumir do mapa, por outro as distribuidoras de música digital que fazem ponte entre músicos independentes, selos e lojas acabaram ganhando força.

E assim, ONErpm, dos americanos Emmanuel Zunz, fundador do selo Verge Records; Matthew Olim, co-fundador da CDnow – empresa pioneira da distribuição de música digital – e Dmitri Vietze, fundador e propritário da agêndia Rock Paper Scissors, acabou surgindo como uma ótima opção de plataforma de distribuição de música, que permite que artistas façam upload de suas canções e as disponibilizem nas lojas virtuais do mundo todo

ONErpm trabalha com grandes selos e lojas como iTunes, Sonora (Terra), UOL e até operadoras como a Tim, Vivo, Claro e Oi, que disponibilizam as faixas também como ringtones, truetones e afins.

Qualquer artista ou produtor independente que queira participar basta fazer o cadastro e inserir suas músicas no site, colocando uma capa no CD e até escolhendo as lojas e países onde quer que sejam distribuídas suas canções e, depois de 48 horas, as faixas estarão disponíveis para download nas lojas virtuais que a pessoa escolher e prontas para serem consumidas.

O upload de um álbum, com até 14 músicas, que será distribuído apenas para o iTunes, por exemplo, custa R$29,90 e a distribuição para todas as lojas chega até R$60. Já o upload de um single, até quatro músicas, é R$10 para todos os canais.

Vale ressaltar que os artistas ficam com 90% dos royalties pagos pelas lojas. Os autores e produtores também podem publicar de graça as músicas na própria loja da ONErpm.

Nomes de peso por aqui já aderiram, tais como Bebel Gilberto e até Xitãozinho e Xororó, entre outros… Todo o dinheiro arrecadado pode ser resgatado, a qualquer hora, pelo PayPal, o que também permite que os artistas controlem suas vendas em todas as lojas de maneira bem transparente e se o artista quiser deixar a plataforma, é só encerrar seu contrato e retirar sua música do ar.

A ONErpm foi lançada no Brasil e América Latina em setembro de 2010 e a partir deste mês começa a funcionar para o mercado americano.

Você pode saber mais aqui e, até, quem sabe, cadastrar sua música, quem sabe não é sua chance?