Google começa a permitir o uso do chip Pixel Visual Core em aplicativos de terceiros

Pixel-Visual-Core
Google começou a implantar uma atualização para seus telefones Pixel 2, na qual, entre outras coisas, começará a permitir o uso de seu próprio chip de processamento de imagens, o Pixel Visual Core, integrado nos telefones Pixel 2 e Pixel 2 XL, por terceiros aplicativos, para, assim, obter uma melhor qualidade de imagens tiradas com as funções de câmera das mesmas.

Os três aplicativos iniciais que poderão ser aproveitados de Pixel Visual Core são WhatsApp, Instagram e Snapchat, embora mais adiante poderão aproveitar outros também.

Leia também: GOOGLE COMPARA NOSSA FOTO COM ALGUM RETRATO PINTADO NO PASSADO

Vale assinalar que o Pixel Visual Core é o primeiro chip criado por Google para telefones móveis, seguindo uma tendência com mais fabricantes criando seus próprios chips para ter um maior controle de seus produtos e não depender tanto de terceiros, e será o encarregado de tudo o relativo ao processamento de imagens, evitando que seja feito através do processador principal.

Basicamente, o Pixel Visual Core é um co-processador pensado para fins específicos de processamento de imagens, que conta com oito núcleos com os quais pode realizar 3 bilhões de operações por segundo, ou seja, com grande capacidade de processamento, com baixo consumo energético permitindo economizar bateria.

O Pixel Visual Core processa as imagens aplicando seu algoritmo exclusivo para a técnica HDR+ para conseguir resultados realistas e, sem ruído, inclusive, para aquelas fotografias realizadas em condições escassas de iluminação.

Leia também: GOOGLE LANÇA POLY, PLATAFORMA DE OBJETOS 3D E CENAS PARA A REALIDADE VIRTUAL E AUMENTADA

A implementação deste algoritmo próprio, que vai mais além do HDR padrão, consegue imagens mais detalhadas e sem ruídos, com cores mais realistas, entre outros tantos benefícios oferecidos.