Rivet, app do Google para promover a leitura entre os mais jovens, deixa o beta


Rivet é um aplicativo desenvolvido na Área 120, a incubadora de projetos experimentais do Google, para incentivar a prática de leitura entre os mais jovens.

Google pretende que os usuários se habituem à ler desde cedo, ajudando a desenvolver esta habilidade que permitirá, entre outras coisas, chegar mais longe nos estudos.

Leia também: CLEARLY, EXTENSÃO PARA FACILITAR A LEITURA DE CONTEÚDOS

Agora Rivet deixa o beta, oferecendo um catálogo inicial de mais de 2.000 livros gratuitos que abordam diferentes idades e diferentes temas, para que os mais jovens encontrem o que lhes interessa.

Google observa que o conteúdo foi adequadamente revisado por especialistas em qualidade de conteúdo para garantir que os usuários recebam conteúdo adequado às suas idades.

Além disso, possui recursos como a função de ajuda para aquelas palavras que podem ser difíceis de pronunciar, definições de palavras e traduções em mais de 25 idiomas diferentes, leitura opcional de livros em voz alta com destaque das palavras a medida que forem sendo pronunciadas, entre outras possibilidades.

E, claro, um aplicativo como esse, que busca promover a leitura, não poderia deixar para trás as capacidades de gamificação. A esse respeito, River oferece aos usuários pontuação e distintivos com base em sua dedicação à leitura no próprio aplicativo, além de oferecer recomendações personalizadas de acordo com seus tópicos e níveis favoritos.

Google ressalta que nos próximos meses incluirá recursos para incentivar a prática da leitura em sala de aula, incorporará novos conteúdos para alcançar novos níveis de leitura, além de se expandir para outros mercados, lembrando que Rivet está em telefones e tablets no Android e iOS, bem como nos Chromebooks, em onze países.

Leia também: HELPERBIRD, UMA EXTENSÃO QUE FACILITA A LEITURA DE PESSOAS COM DISLEXIA

No momento,Rivet oferece livros em inglês para leitores nos Estados Unidos, Canadá, Austrália, Nova Zelândia, África do Sul, Índia, Brasil, Nigéria, Filipinas, Bangladesh e Paquistão.