Startups que nasceram devido à crise do coronavírus


Em poucas semanas, o mundo mudou, e o que pode ser o fim para muitos pode ser a oportunidade perfeita para outros. Isso é demonstrado pelo número de startups que estão nascendo para atender às novas necessidades levantadas durante a quarentena.

Desde sites de entrega em domicílio a fabricantes de equipamentos médicos, impressão 3D ou cursos online, existem muitas categorias que estão crescendo e os empreendedores estão fazendo o possível para não ficar para trás.

No site coronavirus.startupblink.com, temos um mapamundi com diferentes projetos que vimos nascer ultimamente. 

Podemos ver como o número de projetos nos Estados Unidos se multiplicou. Somente na costa leste, existem mais de 100, 26 em Nova York, a maioria focada em diagnósticos.

Às vezes, não são empresas novas, mas algumas já existentes que se reinventaram ou decidiram expandir suas funções para atender a essa demanda, que, como muitos de nós já sabemos, não será pontual.

O Covid-19 mudou a vida como a conhecemos de várias formas, e essas centenas de inovações e soluções que ajudam as pessoas a lidar e se adaptar à vida no meio da pandemia mostram como é possível fazer o seu caminho.

Com esse recurso, esperam ajudar equipes de inovadores a cooperar e criar soluções mais rapidamente. O mapa também ajudará o setor público e privado a identificar projetos inovadores relevantes a eles por localidade (de vacinas e prevenção a diagnósticos e tratamentos, adaptação à vida e negócios, etc.).