Google Maps destacará os estados com a maior incidência de Covid-19 em uma nova camada


As principais plataformas sociais passaram a oferecer informações e recursos úteis sobre a Covid-19 para que os usuários tenham uma ideia melhor de como se proteger e agir de acordo com cada caso.

Tudo leva a crer que todos esses esforços serão unidos a mais outros enquanto a pandemia continuar. Nesse sentido, a especialista em engenharia reversa Jane Manchun Wong descobriu que Google Maps está trabalhando em uma nova camada de informações adicionais, que vai destacar os estados que estão tendo a maior incidência com os temidos surtos, além da evolução dos surtos em muitos estados e países do mundo.

De acordo com as capturas compartilhadas em seu perfil no Twitter, Google Maps vai oferecer informações sobre a situação de diferentes estados e países dentro e fora dos Estados Unidos, incluindo países europeus, como a Espanha, entre outros.

Uma das capturas mostra que algumas das fontes de informação que serão usadas são Wikipedia, The New York Times, John Hopkins University e Brihanmumbai Municipal Corporation.

É provável que possa ser alimentado por outras fontes de informação, ou que o número de fontes possa crescer com o tempo, algo que ainda não sabemos até o momento que a empresa decidir apresentá-lo publicamente.

A camada de informação Covid-19 é, por enquanto, a última das iniciativas do Google Maps para lidar com a Covid-19, adicionada às mensagens que convidam ao uso de máscaras para a localização de restaurantes próximos com serviço de take away durante o confinamento, hotéis com condições especiais para trabalhadores da linha de frente e muito mais, como já vimos.

O fato é que com o retorno à escola e ao trabalho, e com a situação dos surtos emergentes, há muita preocupação em saber o que acontecerá no futuro, com muitas pessoas preocupadas com a situação em sua área, se está melhor ou pior em termos do número de casos de surtos, assim como, sua evolução.

Crédito da imagem: Jane Manchun Wong