As contas das redes sociais da Casa Branca eliminarão seus seguidores com a chegada de Biden


Quando um presidente dos Estados Unidos deixa a Casa Branca, ele também precisa deixar duas contas no Twitter, a do POTUS (presidente dos Estados Unidos), com mais de 30 milhões de seguidores, e a da WhiteHouse (a Casa Branca). Até agora não houve problemas com isso, mas… a transição entre Trump e Biden promete não ser tão suave.

Nos casos anteriores, a conta POTUS foi esvaziada de conteúdo, mas os seguidores foram mantidos. Mas, tudo indica que, neste caso, não será assim.

De acordo com o diretor digital de Biden, as contas do POTUS e da Casa Branca também serão zeradas, diferente do que aconteceu na transição de Obama para Trump.

É verdade que a conta pessoal de Donald Trump no Twitter, que não tem mais o CEO do Twitter, Jack Dorsey, como seguidor, tem muito mais seguidores do que a de POTUS, mas agora é preferível que todo o conteúdo seja removido e os apoiadores em POTUS, antes da mudança. Há tanta inimizade entre os seguidores de ambos os presidentes, que herdar uma conta com 33 milhões de seguidores de Trump é como herdar 33 milhões de odiadores, então não parece uma má ideia reiniciar o problema.

Por outro lado, a conta de Trump perderá as proteções próprias de uma figura política, o que quer dizer que pode ser facilmente cancelada se continuar a postar conteúdo que o Twitter tem considerado como Fake News nos últimos meses.