Whatsapp define novo prazo para os usuários aceitarem seus termos de privacidade


WhatsApp continua tentando fazer com que os usuários concordem com seus novos termos de privacidade.

Vale lembrar que o WhatsApp começou o ano anunciando novas condições de privacidade. Uma mudança que gerou muita polêmica. E enquanto o WhatsApp mudou o prazo várias vezes, e até permitiu que os usuários usassem o app normalmente mesmo que não aceitassem os termos, ele não desistiu da ideia.

E quando todos já haviam esquecido o assunto, o WhatsApp voltou a insistir com seus novos termos. Sim, há um novo prazo: 6 de novembro de 2021. Lembremos que as novas políticas já foram implementadas em 15 de maio.

Obviamente, este aviso só aparece nas contas que não aprovaram a nova alteração. E embora mencione no lembrete que você deve aceitar essas condições antes dessa data para continuar usando o WhatsApp, lembre-se que não se aplica a usuários na Europa.

Portanto, embora o WhatsApp continue definindo novos prazos e incentivando a aceitação dos novos termos, nada acontecerá quando chegar o dia 6 de novembro. Você poderá continuar usando o WhatsApp e aguardando as múltiplas funções que estão em teste e que serão implementadas em algum momento da versão estável.

Por exemplo, o WhatsApp está desenvolvendo novas opções de privacidade para os usuários decidirem quem pode ver sua foto de perfil ou sua última conexão. Embora o aplicativo já nos ofereça algumas opções, as novas funções nos permitirão estabelecer exceções específicas para bloquear essa informação de determinados contatos.

Por outro lado, também está trabalhando em uma nova dinâmica para áudios. Até o momento, temos que ficar no chat para ouvir todo o áudio, pois se sairmos, sua reprodução será interrompida, mas, em uma atualização futura, uma nova dinâmica será adicionada para que possamos percorrer diferentes chats enquanto ouvimos as mensagens de voz.