Linkedin reduzirá a visibilidade de conteúdo de baixa qualidade no feed


LinkedIn compartilhou uma série de atualizações que vem lançando para melhorar diferentes aspectos da plataforma. Novas dinâmicas que buscam melhorar a qualidade do feed, deixando de lado conteúdos que não agregam valor. 

A equipe do LinkedIn mencionou uma série de dinâmicas que estão sendo implementadas na plataforma para reduzir a visibilidade de determinados tipos de conteúdo. Não tem nada a ver com o formato das publicações, mas sim, com a qualidade do conteúdo.

Por exemplo, uma das etapas que o LinkedIn está tomando para reduzir o conteúdo de baixa qualidade é remover a visibilidade das postagens que incentivam explicitamente o engajamento.

Claro, esse engajamento não tem referência com postagens que incentivam os usuários a deixar comentários ou opinar sobre um tópico, mas direciona sua atenção para aquelas que funcionam como “isca”:

Vimos várias postagens solicitando ou incentivando expressamente a comunidade a se envolver com o conteúdo por meio de curtidas ou reações, postadas com a única intenção de aumentar o alcance na plataforma. Ouvimos dizer que esse tipo de conteúdo pode ser enganoso e frustrante para alguns de vocês.

Por outro lado, o LinkedIn também planeja reduzir o número de pesquisas exibidas no feed. Garante que aplicará uma melhor filtragem para dar mais visibilidade àquelas que são úteis e relevantes.

Também tomará uma série de medidas para que nosso feed mostre apenas conteúdos que possam ser de seu interesse, que contribua para ampliar nossa rede de contatos ou forneça algum tipo de valor. Portanto, as postagens com atualizações menos relevantes, por exemplo, refletindo que um contato conseguiu um novo emprego, ficarão em segundo plano no feed.

E, claro, o LinkedIn continuará a ter controles que nos permitem indicar se queremos que certos tipos de conteúdo sejam reduzidos em nosso feed.