Kindles mais antigos não poderão comprar novos livros a partir de agosto


Kindle lançou várias versões desde 2007, abrindo os olhos para um setor extremamente fértil, o da leitura de e-books.

A primeira geração, com sua tela de tinta eletrônica, já tem 15 anos, sem conectividade 3G, mas ainda funciona em muitos lares. Esse é o Kindle que não poderá usar a loja integrada a partir de agosto deste ano.

Os proprietários desses dispositivos já estão recebendo um e-mail da Amazon com o aviso, algo que está afetando os Kindles de quinta geração e anteriores, que não poderão pesquisar, emprestar ou comprar livros diretamente.

O que eles vão poder fazer é mostrar os livros, assim ainda podemos fazer compras no site da Amazon e enviar o livro para o nosso Kindle, não teremos que jogar o Kindle no lixo.

Este é, portanto, um problema de atualização de software. Versões mais recentes da loja no dispositivo exigem mais energia, portanto, não será possível abri-la em Kindles mais antigos.

Também poderemos acessar facilmente sua biblioteca de e-books existente, portanto, se você tiver milhares de livros, aguardando uma segunda leitura, poderá continuar aproveitando seu Kindle por décadas (bateria permitindo, uma vez que geralmente vem primeiro).

Os usuários afetados também receberão um código promocional para obter um desconto de 30% em um novo Kindle e 40 dólares para comprar livros, então, certamente, no Natal devemos ver ainda muitos pedidos de novos Kindles.