Google aposta em novo modelo de IA para melhorar os resultados de pesquisa


A equipe do Google anunciou que está usando um novo modelo de inteligência artificial para melhorar os resultados de pesquisa.

O objetivo é melhorar os snippets em destaque para que eles forneçam resultados mais precisos e relevantes aos usuários.

Quando realizamos uma pesquisa no Google, nos são mostrados muitos resultados. No entanto, no topo encontramos os trechos em destaque com um pequeno parágrafo que nos dá uma prévia de um dos resultados.

É essa dinâmica que o Google quer melhorar com seu novo modelo de IA para que os snippets possam responder a perguntas complexas.

Ao usar nosso modelo de IA mais recente, o Multitask Unified Model (MUM), nossos sistemas agora podem entender a noção de consenso, que é quando várias fontes de alta qualidade na web concordam com o mesmo fato.

Usando essa técnica, que funciona como um sistema de referência cruzada, eles podem melhorar a qualidade dos snippets em destaque que aparecem nos resultados da pesquisa. E por outro lado, esses fragmentos não serão mostrados quando a pergunta não estiver correta.

Embora a maioria tenda a buscar informações nas redes sociais quando há eventos em andamento, o buscador Google continua sendo uma das primeiras opções para se manter informado. Nesses casos, o Google mostra avisos de conteúdo em seu mecanismo de pesquisa, como você vê nas imagens acima, que sugerem que os usuários retornem a essa consulta posteriormente. Uma dinâmica que também se aplicará em outro contexto:

Agora estamos expandindo os avisos de conteúdo para pesquisas em que nossos sistemas não confiam muito na qualidade geral dos resultados disponíveis para a pesquisa. Isso não significa que informações úteis não estejam disponíveis ou que determinado resultado seja de baixa qualidade.