Helicópteros em Marte, a novidade da Nasa


A NASA e a Agência Espacial Européia (ESA) querem enviar dois helicópteros para o planeta Marte, para a Cratera Jezero, onde coletarão amostras e as levarão para um módulo de pouso próximo.

É uma missão realmente emocionante, pois pela primeira vez estão pensando no retorno de amostras de Marte, em trazer pedras de Marte para a Terra para análise, o que ajudaria a entender melhor a geologia do planeta vizinho, já que poderia ser datada a idade absoluta das amostras marcianas.

A experiência de ir e vir também será enriquecedora, pois será o primeiro passo para missões mais complexas no futuro. O nome da missão é “Mars Sample Return”, e na verdade começou quando o Perseverance começou a coletar rochas em pequenos tubos (já tem 10 tubos cheios) com o objetivo de trazê-los para a Terra no futuro.

O fato é que, enquanto a missão de trazer as amostras avança, a NASA também quer enviar dois helicópteros adicionais como reserva, caso algo aconteça com Perseverance. O Ingenuity que pousou em Marte com Perseverance já fez 24 voos a mais do que o planejado originalmente e deixou claro que a ideia é boa.

Esses dois novos helicópteros serão um pouco mais pesados ​​e terão rodas para que possam ir à superfície. Eles também terão um braço para pegar tubos da superfície, tubos pesando apenas 150 gramas que levarão cerca de 700 metros até o módulo de pouso.

Então, já podemos imaginar como será o cenário. Amostras serão coletadas e deixadas no solo marciano. Helicópteros com rodas vão pegá-los e levá-los ao módulo que se encarregará de trazê-los para a Terra, realmente, “fácil”.

Com esta nova organização pretende-se poupar dinheiro, embora ainda falamos de milhares de milhões de dólares investidos.

O plano atual é lançar o Earth Return Orbiter em 2027 e o Sample Retrieval Lander em 2030, ou seja, até 2033 não veremos ainda as amostras aqui na Terra.